Pendular

Direção: Julia Murat

Drama, 108 min, 2017, RJ, 16 anos

Elenco: Raquel Karro, Rodrigo Bolzan, Neto Machado

 

Um jovem casal se muda para um grande galpão industrial abandonado. Uma fita laranja colada no chão divide o espaço em duas partes: à direita, o ateliê de escultura dele e, à esquerda, o estúdio de dança dela. Pendular acontece neste ambiente onde arte, performance e intimidade se misturam; e onde os personagens perdem aos poucos a capacidade de distinguir seus projetos artísticos, o passado de cada um e sua relação amorosa.

 

Julia Murat é diretora, roteirista e montadora carioca. Dirigiu os curtas A velha, o canto, as fotos (2001), Ausência (2004), Dia dos pais (2008), parceria com Leonardo Bittencourt, e Pendular (2009). Seu longa Histórias que só existem quando lembradas (2011) foi selecionado para os festivais de Veneza, Toronto, San Sebastian e Roterdam e levou 39 prêmios internacionais.

 

Produção: Esquina Filmes

Coprodução: Still Moving, Cepa Audiovisual, Syndrome Films, Telecine e Canal Brasil

Produção: Julia Murat e Tatiana Leite

Coprodução: Andrés Longares, Felicitas Raffo, Julia Solomonoff, Juliette Lepoutre, Pierre Menahem

Roteiro: Matias Mariani e Julia Murat

Direção de arte: Ana Paula Cardoso

Figurino: Preta Marques

Direção de fotografia: Soledad Rodriguez

Som direto: Catriel Vildosola

Montagem: Lia Kulakauskas e Marina Meliande

Desenho de som: Daniel Turini e Fernando Henna

Música original: Lucas Marcier e Fabiano Krieger

Produção executiva: Tainá Prado

Produtoras associadas: Bubbles Project, Primo Filmes e Taiga Filmes

Fale conosco

Ente em contato com o festival.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?