MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS

Dirigido por Severino Dadá
Classificação indicativa: Livre
Ano de Conclusão: 2019

18 minutos
Ficção
PE
Severino Dadá
Diretor

Contato com os Realizadores

Urânio Filmes: andrezambaio@gmail.com / (21) 98255-1975

A Nave de Mané Socó

Ameaça vinda do espaço aterroriza uma pequena e pacata cidade do sertão pernambucano. Em tom sensacionalista, a rádio local narra as misteriosas abduções do planeta vermelho.

Sobre o Diretor

Severino Dadá é um dos mais criativos montadores e editores de som do cinema brasileiro, tendo trabalhado em cerca de 330 produções nacionais e internacionais. Montou filmes como Tenda dos milagres (Nelson Pereira dos Santos, 1977), Nem tudo é verdade (Rogério Sganzerla, 1987), Para recibir el canto de los pájaros (Jorge Sanjines, 1995) e Corisco e Dadá (Rosemberg Cariry, 1996). Dirigiu e editou os premiados documentários Geraldo José – O som sem barreiras (2002) e Memórias da Glória (2005).

Elenco Principal

André Sampaio, Renata Than, Severino Dadá, Amanda Guimarães, Danilo Cavalcanti, Ubiratan Aboiador, Leandro Vaz, Violeta Than e Sampaio

Ficha Técnica

Empresa produtora: Urânio Filmes; Produção executiva: Vanessa Barbosa e Gustavo Montenegro; Direção de produção: Amanda Guimarães e Vanessa Barbosa; Roteiro: Severino Dadá; Direção de fotografia e operação de câmera: Rafael Mazza; Direção de arte: André Sampaio; Assistente de câmera e de som: Maria Alencar; Operação de som: Guma Farias; Trilha sonora: Leandro Vaz e Kleber Araújo; Mixagem: Bernardo Gebara; Montagem: André Sampaio; Distribuição: Vírgula no Infinito


+ MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS