LANÇAMENTOS DE LIVROS E DVDs

Livros

Ismail Xavier: Um pensador do cinema brasileiro

Organização: Fatimarlei Lunardelli, Humberto Pereira da Silva e Ivonete Pinto
180 páginas, Edições Sesc São Paulo, 2019
O livro é uma homenagem aos 70 anos de idade de um dos principais teóricos de cinema em atividade, o crítico, professor e autor Ismail Xavier. Para comentar a relevância de sua contribuição ao pensamento cinematográfico, os organizadores reuniram pensadores nacionais e internacionais para abordar a obra de Ismail Xavier a partir de cinco temáticas: cinema nacional, cinema e literatura, teoria, crítica e legado.

Entre santas, bruxas, loucas e femmes fatales: (más) representações e questões de gênero nos cinemas

Autora: Sandra de Souza Machado
365 páginas, Appris Editora, 2019
O livro desnuda os problemáticos estereótipos (interseccionais) de gênero e quanto a história das produções audiovisuais, desde sempre, está ligada às outras formas do fazer artístico e literário no que tange aos olhares das sociedades patriarcais e cargas de preconceitos, além, obviamente, das fobias e dos segregacionismos, que discriminam as pessoas LGBTI ou com deficiências físicas ou mentais.

Pós-fotografia, pós-cinema: novas configurações das imagens

Organização: Beatriz Furtado e Philippe Dubois
312 páginas, Edições Sesc São Paulo, 2019
Esta coletânea de ensaios traz uma discussão sobre os rumos da fotografia e do cinema na era digital, em que a manipulação dos arquivos gera obras que não foram “tocadas” pela luz. O livro reflete sobre o futuro dessas artes na medida em que se afastam dos suportes de produção e exibição que as caracterizam. Esta publicação nasceu de um colóquio internacional que reuniu intelectuais brasileiros, portugueses, franceses e canadenses, autores dos artigos presentes na coletânea.

Cinema para russos, cinema para soviéticos

Autor: João Lanari Bo
304 páginas, Editora Bazar do Tempo, 2019
O livro é resultado de mais de cinco anos de pesquisa e reúne mais de 150 filmes e diretores e 60 fotos inéditas, apresentando um impressionante panorama da cinematografia feita na Rússia, da era pré-revolucionária à invasão de Praga, em 1968. Nessa abordagem, o autor conjuga uma ​grande variedade de filmes​ aos contexto​s dessas produções, revelando a íntima e dominante relação entre cinema e política, forças de poder e controle ideológico, personalismo e propaganda.


DVDs

Cicero Dias, o compadre de Picasso

Direção: Vladimir Carvalho
Documentário, 80 minutos, 2016, 10 anos 
As telas de Cicero Dias encantaram apreciadores da pintura ao redor do mundo, tais como Pablo Picasso, que se tornou padrinho de sua filha, Sylvia. O documentarista Vladimir Carvalho faz um resgate da biografia e da obra desse pernambucano fundamental para o movimento modernista brasileiro, em um registro afetivo, com depoimentos do próprio protagonista, falecido em 2003, e de expoentes da cultura nacional como Ariano Suassuna e do artista plástico Francisco Brennand, entre outros.