Júri - Mostra Caleidoscópio

Ansgar Vogt

Estudou na Humboldt University, em Berlim, e na Goldsmiths College University de Londres antes de se formar na New York University/Tisch School of the Arts, com um mestrado no departamento de Estudos da Performance. Desde 2004, trabalha como programador na seção Fórum do Festival Internacional de Cinema de Berlim. Além disso, trabalha como produtor, desenvolvedor de conteúdo e roteirista de produtoras de filmes alemães. Por muitos anos, foi consultor de leitura do Fundo de Desenvolvimento dos Balcãs do Festival Internacional de Cinema de Thessaloniki e da emissora alemã ZDF. Em 2007, ele ensinou análise de filmes e desenvolvimento de roteiros na Universidade SungKyunKwan, como acadêmico do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico, DAAD.


Felipe Aljure

Estudou arte e técnica de produção de cinema em Londres. Em 1991, fez sua obra-prima, La gente de la Universal, considerado por muitos como o melhor filme da história do cinema colombiano. Foi o primeiro diretor da Diretoria de Cinematografia do Ministério da Cultura e um ator-chave no processo de formulação da Lei do Cinema. Em 2006, dirigiu El Colombian dream e, em 2015, o filme Tres escapularios. Seus começo no mundo cinematográfico foram dados como assistente de produção de Crónica de una muerte anunciada (1987) do italiano Francesco Rosi; assistente de câmera para filmes como La Misión (1986) do inglês Roland Joffé; e assistente de direção em María Cano (1990) de Camila Loboguerrero; e Rodrigo D no futuro (1990) de Víctor Gaviria.


Rafael Parrode

É programador, crítico e pesquisador de cinema. Desde 2007, atua como produtor e curador de diversas mostras realizadas em Goiânia. Foi diretor e programador do Cine Cultura, redator da revista Cinética, entre 2010 e 2017, e é diretor artístico e de programação do Fronteira – Festival Internacional do Filme Documentário e Experimental desde a primeira edição.