Iracema – Uma transa amazônica

Direção: Jorge Bodanzky e Orlando Senna

Drama, 90 min, 1974, 18 anos

Elenco: Edna de Cássia, Paulo César Pereio, Conceição Senna, Rose Rodrigues

 

Misto de ficção e documentário, o filme narra a viagem do caminhoneiro Tião em companhia da jovem prostituta Iracema pela Rodovia Transamazônica na época do “Milagre Brasileiro”, em pleno regime militar. Os dois personagens estão alheios aos impactos na região causados pela exploração desenvolvimentista.

 

Realizado em 1974, ficou proibido no Brasil até 1980, quando recebeu os prêmios de melhor filme, melhor atriz (Edna de Cássia), melhor atriz coadjuvante (Conceição Senna) e melhor edição no Festival de Brasília. O filme recebeu, ainda, o Prix George Sadoul (Paris), o Adolf Grimme Preis (Alemanha), o Encomio Taormina (Itália) e o 12º Reencontre Film et Jeunesse (Prêmio Especial – Festival de Cannes Melhor Filme 78 – ACCMG).

Fale conosco

Ente em contato com o festival.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?