Cinema Voador

CINEMA VOADOR

Sob o comando do programador José Damata desde 1994, o Cinema Voador exibe filmes em espaços abertos, sempre com entrada franca. A estrutura, composta por arquibancadas, tela e projetor, percorre comunidades do Distrito Federal que não estão incluídas no circuito exibidor, levando emoção, cultura e entretenimento para adultos e crianças. O projeto foi incorporado ao Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e durante o evento ganha programação especial, colaborando, assim, com a descentralização da oferta de bens e serviços culturais.

 

PROGRAMAÇÃO

 

Rosinha

Direção: Gui Campos

Ficção, 14 min, 2016, DF, 14 anos

Elenco: Com Maria Alice Vergueiro, Andrade Junior e João Antonio

No alvorecer da existência, uma rosa desabrocha ao receber as carícias dos últimos raios do sol. Um filme sobre amor e sexualidade na terceira idade e a luta para sobrepujar as convenções sociais.

 

O último cine drive-in

Direção: Iberê Carvalho

Ficção, 100 min, 2015, DF, 12 anos

Elenco: Othon Bastos, Breno Nina, Rita Assemany, Chico Sant’Anna, Fernanda Rocha

O jovem Marlombrando se vê obrigado a voltar à Brasília devido a doença de sua mãe. Lá, ele vai reencontrar o pai, Almeida, dono do Cine Drive-in. Com a ameaça de demolição do cinema e o agravamento da doença da mãe, pai e filho vão ter que se unir e tentar reviver o passado.

 

Marina não vai à praia

Direção: Cássio Pereira dos Santos.

Ficção, 16 min, 2014, MG, livre

Elenco: Aline Videira, Cláudia Assunção, Amanda Andrade e João Lucas Neto.

Um grupo de adolescentes do interior de Minas Gerais prepara uma excursão para o litoral. Marina, uma garota com síndrome de Down, deseja conhecer o mar. Impedida de viajar com a irmã, ela busca outros caminhos para realizar seu sonho.

 

O colar de Coralina

Direção: Reginaldo Gontijo

Ficção, 90 min, 2016, DF, livre

Inspirado no poema O prato azul-pombinho, no qual a poeta Cora Coralina narra o cruel costume de castigar crianças que quebravam uma louça amarrando cacos da “bendita preciosa” em seus pescoços. A história se passa no finalzinho do século XIX na cidade de Goiás Velho, antiga capital do Estado, com diversos episódios da infância da poeta, narrado de forma lúdica, dramática e envolvente, como sua poesia.

 

 

São Sebastião (Avenida Principal do Morro da Cruz)

16/09, às 20h: Rosinha (14 min), e O último cine drive-in (100 min)

17/09, às 20h: Marina não vai à praia (17 min) e O colar de Coralina (90 min)

 

Paranoá (Paranoá Parque)

19/09, às 20h: Rosinha (14 min) e O último cine drive-in (100 min)

20/09, às 20h: Marina não vai à praia (17 min) e O colar de Coralina (90 min)

 

Fercal (Lobeiral)

22/09, às 20h: Rosinha (14 min) e O último cine drive-in (100 min)

23/09, às 20h: Marina não vai à praia (17 min) e O colar de Coralina (90 min)

 

Estrutural (Estacionamento da Quadra 7 Setor Oeste Conjunto 3)

25/09, às 20h: Rosinha (14 min) e O último cine drive-in (100 min)

26/09, às 20h: Marina não vai à praia (17 min) e O colar de Coralina (90 min)

 

Recanto das Emas (Praça da Quadra 113, em frente ao Centro de Ensino Fundamental 113)

28/09, às 20h: Rosinha (14 min) e O último cine drive-in (100 min)

29/09, às 20h: Marina não vai à praia (17 min) e O colar de Coralina (90 min)

Fale conosco

Ente em contato com o festival.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?