O colar de Coralina

Direção: Reginaldo Gontijo

Ficção, 90 min, 2016, DF, livre

Inspirado no poema O prato azul-pombinho, no qual a poeta Cora Coralina narra o cruel costume de castigar crianças que quebravam uma louça amarrando cacos da “bendita preciosa” em seus pescoços. A história se passa no finalzinho do século XIX na cidade de Goiás Velho, antiga capital do Estado, com diversos episódios da infância da poeta, narrado de forma lúdica, dramática e envolvente, como sua poesia.

Fale conosco

Ente em contato com o festival.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?